PUBLICIDADE
Covid-19

Polícia mata homem em Luanda ao repreender jovens que não usavam máscara

13 | 07 | 2020   13.21H

Um homem foi hoje morto pela polícia, na província de Luanda, capital de Angola, na sequência de um desentendimento após uma repreensão a um grupo de jovens por não usarem máscaras, disse à agência Lusa fonte policial.

Segundo o porta-voz do comando provincial de Luanda da Polícia Nacional, Nestor Goubel, tratou-se de um incidente, ocorrido por volta das 02:00 de hoje, que envolveu um jovem, que se encontrava num grupo de pessoas alegadamente sem respeitarem as medidas de prevenção da covid-19, impostas pelas autoridades.

"Foi um incidente de trabalho, o colega estava no seu exercício e no âmbito da fiscalização dos incumprimentos, um grupo de jovens, no Prenda, insurgiram-se contra a polícia e na tentativa de os afastar o colega acidentalmente disparou, atingindo mortalmente um deles", explicou Nestor Goubel.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

3 comentários

  • Já agora uma pergunta pertinente os anti racistas e xenófobos e antifas,que alegadamente sao racistas e xefobos iinfiltrados criando desordem Mundial.Nos países de PRETOS com varais culturas quantos Presidentes sâo BRANCOS,AMARELOS ou DERIVADOS?Nesse países também sao permitidas associaçôes de sinal contrário contra o racismo dos prteos pelos brancos ou tudo na BOA e partilhado.
    Mundo invertido | 20.07.2020 | 14.24Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • É pá o homem era branco ou preto?Era ativista de alguma coisita?Derrepente um homem transforma-de num jovem mas ficamos sem saber o essencial.Preto mata preto?Branco mata preto?em que ficamos?Simples incidente ou acontecimento com conotaçoes politicas?
    MasK | 20.07.2020 | 14.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • RACISMO
    POVO | 13.07.2020 | 13.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE