PUBLICIDADE
Actualidade

Banco Mundial vai ajudar Guiné-Bissau a diminuir dívida pública para assinar novo programa com o FMI -- Governo

14 | 07 | 2020   13.00H

O ministro das Finanças da Guiné-Bissau, João Fadiá, disse hoje, em entrevista à Lusa, que o Banco Mundial vai ajudar o país a diminuir a dívida pública para assinar um novo programa de assistência com o Fundo Monetário Internacional.

Segundo João Fadiá, o endividamento da Guiné-Bissau agravou-se nos últimos anos, nomeadamente com as "dívidas contraídas junto das instituições da União Económica Monetária da África Ocidental".

"Para ultrapassar este obstáculo, o país necessita de restruturar a sua carteira de dívida, que hoje ronda cerca de 69% do PIB (Produto Interno Bruto), para a remeter para 35% do PIB, estipulado pelo Banco Mundial como nível sustentável para a Guiné-Bissau", salientou o responsável pelas finanças.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • ISSO É O QUE ELES QUEREM QUE OS OUTROS TRABALHEM E ELES GASTAM VERGONHA SÓ NESTE MUNDO
    POVO | 14.07.2020 | 13.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE