PUBLICIDADE
Actualidade

Seis elementos dos No Name Boys aguardam julgamento em prisão domiciliária

15 | 07 | 2020   18.25H

Os seis detidos na 'Operação Sem Rosto' da PSP, realizada em junho e que visou vários crimes relacionados com a claque No Name Boys, apoiante do Benfica, vão passar para prisão domiciliária.

De acordo com o despacho de hoje da Juíza de Instrução Criminal do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa Anabela Rocha, a que a Lusa teve acesso, os seis arguidos, com idades entre os 23 e 33 anos, indiciados por um crime de homicídio na forma tentada, dois crimes de roubo, vários crimes de agressão e situações de dano e de furto, deixam de estar em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, para estarem em "permanência na habitação, sujeita a vigilância eletrónica".

Esta decisão foi tomada "tendo em conta o teor dos relatórios da Direção-Geral dos Serviços de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP)" e "o despacho do primeiro interrogatório", que já previa esta possibilidade.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Os do cube dos marqueses, com ligações à MÁFIA italiana, devem estar para serem medalhados no 10 de Junho
    Dono dos Burros | 15.07.2020 | 19.33Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE