PUBLICIDADE
Venezuela

Oposição atesta relatório da ONU sobre gravidade da situação no país

15 | 07 | 2020   22.01H

O relatório sobre a Venezuela do gabinete do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos apresentado hoje representa uma amostra da gravidade da situação no país e a ausência de um sistema judicial independente, assegurou a oposição.

Citado pela Efe, o deputado Miguel Pizarro, que foi designado como comissário presidencial da Venezuela perante a ONU, afirmou numa conversa telefónica com a agência espanhola que no país caribenho "têm vindo a ser diminuídos" os direitos civis, políticos e a liberdade de expressão, tal como revela o relatório que foi apresentado perante o Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra.

O deputado, que foi nomeado pelo líder da oposição Juan Guaidó para o desempenho do seu papel na ONU, destacou a "deterioração constante" do país em matéria de direitos humanos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE