PUBLICIDADE
Covid-19

CEPAL prevê contração de 9,9% na América Latina e de 26% na Venezuela

16 | 07 | 2020   04.32H

A Comissão Económica para a América Latina e as Caraíbas (CEPAL) apresentou na quarta-feira um relatório que prevê uma contração média de 9,9%, numa região em que a maior queda será a da Venezuela.

Segundo o relatório desta agência da ONU sobre a situação económica na região face à pandemia de covid-19, o PIB da Venezuela registará uma contração de 26%, seguindo-se o Peru (-13%), Argentina (-10,5%), Brasil (-9,2%), México (-9%), Equador (-9%), El Salvador (-8,6%), Nicarágua (-8,3%), Cuba (-8%) e Chile (-7,9%).

A listagem inclui ainda o Panamá (-6,5%), Honduras (-6,1%), Colômbia (-5,6%), Costa Rica (-5,5%), República Dominicana (-5,3%), Bolívia (-5,2%), Haiti e Uruguai (ambos com menos 5%), Guatemala (-4%) e Paraguai (-2,3%).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE