PUBLICIDADE
Actualidade

Presidência portuguesa pode reaproximar cidadãos da UE -- Elisa Ferreira

16 | 07 | 2020   15.20H

A comissária europeia Elisa Ferreira espera que a presidência portuguesa da União Europeia (UE), no primeiro semestre de 2021, possibilite um "reencontrar dos cidadãos com a Europa", melhorando esta "relação afetiva", após tensões geradas pelas crises económicas.

Em entrevista hoje à agência Lusa em Bruxelas, a responsável pelas pastas da Coesão e Reformas defendeu que o primeiro semestre de 2021, em que Portugal assume a presidência da UE após a Alemanha ocupar esse lugar, "pode ser um período de reencontro das instituições europeias com os cidadãos".

"Acho que esta sequência da presidência alemã, neste momento, com as decisões fundamentais, seguida de uma presidência portuguesa, que é um país antigo na União, um país médio, um país capaz de fazer negociações, um país estável politicamente e que tem dado essa imagem, é algo de fundamental e de único na implementação de tudo isto que temos na nossa agenda", frisou a comissária europeia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE