PUBLICIDADE
Covid-19

OMS apela a maior acesso da população mais vulnerável de África a cuidados

16 | 07 | 2020   16.00H

A Organização Mundial de Saúde (OMS) pediu hoje um maior acesso aos cuidados, testes e deteção de covid-19 da população mais vulnerável e que luta contra o impacto dos conflitos prolongados e emergências humanitárias em África.

"A África Subsaariana acolhe mais de 26% dos refugiados do mundo. Os conflitos de longa duração em regiões como o Sahel levaram ao encerramento de instalações de saúde e à fuga de trabalhadores da saúde", lê-se num comunicado da organização.

A título de exemplo, a OMS lembra que, no Burkina Faso, 110 estabelecimentos de saúde foram encerrados devido à insegurança, enquanto os serviços foram prejudicados em outros 186, deixando cerca de 1,5 milhões de pessoas sem cuidados de saúde adequados.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE