PUBLICIDADE
relatório

Rede Europeia Anti-Pobreza caracteriza necessidades em saúde nas comunidades ciganas

21 | 10 | 2009   19.03H

O projecto “As Comunidades Ciganas e a Saúde: análise da situação europeia”, desenvolvido desde Novembro de 2007, tem como objectivos obter um diagnóstico, identificar as necessidades e definir as acções prioritárias de intervenção a nível nacional e europeu sobre a situação de saúde das comunidades ciganas. A iniciativa é promovida pela Fundación Secretariado General Gitano (Espanha) numa parceria que integra sete países da União Europeia (Espanha, Grécia, Bulgária, Eslováquia, Portugal, República Checa e Roménia), co-financiada no âmbito do Programa de Saúde Pública (PHEA – Agência Executiva de Saúde Pública).

No seminário, a Rede Europeia Anti-Pobreza debate e reflecte sobre a importância da saúde como uma das principais necessidades sociais básicas e, como tal, um dos direitos fundamentais, que desempenha um papel central nos processos de exclusão/ inclusão social. A reunião permite a partilha de boas práticas e experiências, reflectindo as principais necessidades de intervenção e apresenta algumas acções prioritárias de intervenção de forma a potenciar melhores condições de vida e de saúde das comunidades ciganas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE