PUBLICIDADE
Actualidade

Mais de 500 guerrilheiros da Renamo entregaram armas no âmbito do acordo de paz em Moçambique

23 | 07 | 2020   17.26H

Mais de 500 guerrilheiros da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), principal força de oposição, entregaram as armas no âmbito da Desmobilização, Desarmamento e Reintegração (DDR), no quadro do acordo de paz, disse hoje o presidente do partido.

"O empenho e entrega da liderança e dos combatentes da Renamo, do Chefe de Estado [Filipe Nyusi] e da Comunidade Internacional tem contribuído para avanços no processo", declarou Ossufo Momade, durante uma conferência de imprensa em Maputo.

Depois de um arranque simbólico em julho do último ano, o DDR esteve paralisado durante vários meses, tendo sido retomado em 04 de junho deste ano, com a ambição de abranger 5.000 membros do braço armado do maior partido da oposição em Moçambique.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE