PUBLICIDADE
Covid-19

Profissionais em teletrabalho sentiram que a pandemia afetou mais as suas vidas

30 | 07 | 2020   11.54H

Profissionais que estiveram em teletrabalho sentiram que a pandemia afetou "mais severamente as suas vidas", comparativamente com trabalhadores que continuaram a exercer a sua profissão presencialmente, concluiu um estudo do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.

"Dados de inquérito aplicado à população revelam que profissionais em teletrabalho sentiram que a pandemia afetou mais severamente as suas vidas e sentiram um maior impacto emocional, comparativamente a profissionais que continuaram a exercer a sua profissão presencialmente", divulgou hoje o Centro de Estudos Sociais (CES), em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

O estudo, que está integrado numa parceria internacional que envolve mais de 40 universidades nos cinco continentes (30 países), procura avaliar os impactos da pandemia de covid-19 ao nível do bem-estar psicológico e relacional, em indivíduos casados ou numa relação amorosa, comparando as respostas dos participantes durante a fase de confinamento e durante o desconfinamento progressivo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE