PUBLICIDADE
Actualidade

Ministra da Cultura lamenta hoje "brutal homicídio" do ator Bruno Candé Marques

30 | 07 | 2020   16.02H

A ministra da Cultura, Graça Fonseca, lamentou hoje o "brutal homicídio" do ator Bruno Candé Marques, que morreu baleado, no sábado, na via pública em Moscavide (Loures).

"As circunstâncias da morte de Bruno Candé obrigam-nos a pensar sobre o muito que ainda nos cumpre fazer na luta contra a violência e o quanto a cultura, na sua dimensão conciliadora e de aproximação, pode contribuir para isso", afirma a ministra hoje, em comunicado, cinco dias depois da morte do ator.

Bruno Candé Marques, 39 anos, morreu no sábado após ter sido baleado, várias vezes, em plena Avenida de Moscavide, concelho de Loures.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Concordo com o POVO os midia etc levantaram novamente a morte brutal de um miudi BRANCO no campus de Lisboa por três pretos alegadamente.Onde estâo os mesmos na cadeia ou a viver com o PR emBel´´em ou silados em casa de algum esquerdist extremista de esquerda,digam-nos.Todas as minorias embandeira em arco todos os niveis quando um preto seja culpado ou inocente ´´e morto ou ostracuzado.Nos pa´´ises dos pretos quantos brancos nao desaparcem,sao presos ou assassinados,isto ssao os bons asssassinios?Estes novos movimentos de assalto das ruas de todos e o incomodo que provocam a quem l´´a vive,assaltos,incendios ,roubos de casas carros,vandalismo publico ´´e inadmissivel inadmissivel.A EU e REsto do mundo livre vao ter de enfrentar este novo tipo de terrorismo ,querem manifestar-se vâo para as arenas ,nâo incomodem as ciddes e assustem todos e traumatizem as criancinhas.Os governos parecem subjugados ´´a vontade das minorias extremistas e terroristas urbanos,Esta forma de exercer pressao internacional civil agressiva ´´e merecedora de uma resposta musculada tremenda quando fazem desacatos e julgam antes do julgamento mesmo os mais tarde considerados inocentes ,´´e uma nova especie de julgamento popular de RUA e transmitida nos MIDIA,A maioria pacata quando saturada começar a fazer contra manif organizadas com tecnicas apuradas de contra guerrilha urbana para preservar paz e bens,quero ver a petralhada e apoianrtes a pedir intervenlçao POLICIAL.Estâo a pedi-las.A MAIORIA ESTA FARTA DESTAS FARSAS E JULGAMENTOS ILEGAIS .Quem subsidia e apoia estes ativistas??Daria uma boa reportagem de investigaçao se for abrangente ´´a MEDO?????haver´´a concerteza orientaçoes,dinheiros e apois de varias origens,´´e preciso que os MIDIA forneçam estas informaçoes ou o governo e nao escodam estes fenomenos.Isto est´´a a tranformar-se numa guerrilha ´´a la carte internacional.A defunta ONU o que diz??Os direitos humanos hipocrtas o que dizem?Estao de acordo com este barulho e desacatoos das minorias??Quanto ao virus mrxista pandemico que matou ,infetou milhoes e paralisou a economia nâo ha manif contra a CHINA porquê este silencio complacente.Morre um preto ´´e uma guerra infetam milhoes e pôem xi num altar intocavel.Cobardia e hipocrisia???A ministra tb estar´´a de acordo com substituiçao do nome das ruas ,do que fizeram PORTUGAL pelo nome de extremistas marxistas que sempre sabotaram a açao de Portugal e a quem muitas mâes devem indiretamente a morte dos seus filhos,pais,irmâos etc.
    Alverca | 02.08.2020 | 10.05Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • NÃO VI NINGUÉM LAMENTAR A MORTE DO FILHO DO EX POLÍCIA DA JUDICIÁRIA VERGONHA NACIONAL
    POVO | 30.07.2020 | 16.18Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE