PUBLICIDADE
Covid-19

Desvalorizar o que sentem os profissionais da linha da frente contagia tal como o vírus

01 | 08 | 2020   10.06H

O Hospital de S. João criou um apoio psicológico para profissionais de saúde, não para "preparar soldados" para a "guerra" covid-19 mas porque "desvalorizar" o que sente quem está na linha da frente pode ser tão contagioso quanto o coronavírus.

A ideia é transmitida à agência Lusa por Eduardo Carqueja, diretor do serviço de psicologia do Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ), no Porto, no qual foi, recentemente, criada uma consulta de psicologia dirigida a profissionais de saúde.

"O que os estudos dizem é que o 'burnout' [ou Síndrome do Esgotamento Profissional] decorre da situação laboral na qual o trabalhador está inserido. Pode produzir resistências, desgaste, exaustão. Neste contexto de pandemia, existem outros aspetos a ser considerados: o medo de ser contagiado ou de contagiar, a ansiedade do regresso ao serviço de origem (...). Há um stress pós-traumático que não pode ser desvalorizado, quer pelo próprio quer pelos seus pares", descreve Eduardo Carqueja.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Se em vez de baba de cegonha, pegassem o boi pelos cornos, faziam melhor. Mas pelos vistos revêem-se nas medidas estapafúrdias das prostitutas da porno-medicina. Fica-lhes bem defenderem os seus. Só que, pelos vistos não tiveram 'burnout' com a morte de um cidadão ao fim de 6 horas de espera à porta da urgência em Leiria, enquanto andavam a caçar gambozinos com as zaragatoas. Estão deitados na cama que fizeram. Não há pandemia, e era isso que deviam ter denunciado. Não há meios para combater doenças e era isso que deviam ter condenado. Não podem administrar cloroquina, e era isso que deviam ter denunciado. Não o fizeram. São parte do problema e não da solução. Para sermos respeitados, temos que nos dar ao respeito. Não vejo que seja assim. Por isso, isto do 'burnout' a mim não me comove. Nem os apoio sequer.
    Dono dos Burros | 01.08.2020 | 13.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE