PUBLICIDADE
Incêndios

180 militares reforçam ações de vigilância em apoio à Proteção Civil

01 | 08 | 2020   11.43H

Cento e oitenta militares das Forças Armadas vão reforçar, entre hoje e terça-feira, as ações de vigilância aos incêndios em 13 distritos do país em apoio à Proteção Civil face "à manutenção das elevadas temperaturas", foi hoje anunciado.

As patrulhas, 15 do Exército e cinco da Marinha vão reforçar "as ações de vigilância terrestre e patrulhamento dissuasor em 13 distritos de Portugal continental, em apoio à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) na prevenção de incêndios", adianta o Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA) em comunicado.

Segundo o EMGFA, este reforço surge no seguimento do pedido da ANEPC ao Estado-Maior-General das Forças Armadas, com "o objetivo de incrementar as ações de prevenção um pouco por todo o país, com especial incidência nos distritos de Beja, Braga, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Portalegre, Porto, Santarém e Viana do Castelo, Vila Real e Viseu".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • A trapalhada repete-se! E sob que ordens ficam os militares?! Sob a Protecção Civil não porque civis não dão ordens a militares!
    Jesus Cristo laico | 01.08.2020 | 21.10Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE