PUBLICIDADE
Actualidade

Jorge Jesus quer recuperar "prestígio internacional" do Benfica, mas recusa ser "salvador"

03 | 08 | 2020   18.03H

O treinador Jorge Jesus assumiu hoje que regressou ao Benfica para "ganhar e para unir a nação benfiquista", recusando, contudo, definir-se como o "salvador" de um projeto que tem como objetivo "recuperar o prestígio internacional" do clube.

"Aos benfiquistas, quero dizer que vim para ganhar, porque estou habituado a ganhar, mas também vim para unir a nação benfiquista. Vim para o Benfica com a mesma crença que tinha no dia 19 de junho de 2009, quando fui apresentado pela primeira vez. Venho com a mesma vontade de ganhar, com a mesma convicção, estou determinado e com muita vontade de ganhar coisas importantes", afirmou Jorge Jesus, durante a apresentação como novo técnico dos 'encarnados'.

Jorge Jesus recusou que tenha regressado ao Benfica para se "reformar" e revelou que vai "ganhar menos do que ganhava no Flamengo", deixando uma certeza: "Vim para o Benfica porque acredito no projeto, nesta nação e nas condições para fazer do Benfica grande, para recuperar o prestígio internacional. É fundamental voltarmos a ganhar."

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE