PUBLICIDADE
Alfa/Acidente

FECTRANS pede demissão imediata da administração da IP

03 | 08 | 2020   23.38H

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS) criticou hoje a administração da Infraestruturas de Portugal (IP) por "pretender antecipar as conclusões do inquérito" ao acidente em Soure e exige "a sua demissão de imediato".

"É altura de o ministério da tutela substituir esta administração incapaz de dar prioridade a um assunto importante para evitar acidentes ferroviários e devolver à ferrovia o que é da ferrovia, concentrando nesta a gestão unificada de todos os seus segmentos - operação, infraestruturas e manutenção", defende a estrutura sindical, em comunicado.

A FECTRANS e o Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário, o seu sindicato do setor, criticam a IP por, numa altura em que decorre um inquérito para apurar as causas da colisão entre um Alfa Pendular com 212 passageiros e um veículo de conservação de catenária, da qual resultaram dois mortos, a administração ter já dito "quem são os culpados, para procurar desculpar as causas".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Somos bons alunos, aprendemos bem, a fazer mal. Aqui tratava-se na mente dos ladrões do arco da governação (Psd-Ps) de retalhar, na esperança de enquanto baralhavam e tornavam a dar, encherem os bolsos com comissões e empregos sem trabalho. A estes nunca a escória policial-investigativa incomodará, vão-se contentado com a costumeira lana caprina. Este é um sector que juntamente com o das estradas e autoestradas, energia, água,, aeroportos e portos nuca deveria ter saído das mãos do Estado. Mas o POVO elege traidores ao serviço das Castelas dos tempos modernos e não tem que se queixar. A culpa é vossa!
    Dono dos Burros | 04.08.2020 | 01.42Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE