PUBLICIDADE
Actualidade

Renamo reitera convite a dissidentes para largarem armas no centro de Moçambique

06 | 08 | 2020   19.05H

O presidente Renamo, Ossufo Momade, apelou hoje à autoproclamada Junta Militar, um grupo dissidente do seu partido, para se afastar dos atos de violência no centro do país, num dia em que se assinala o primeiro aniversário do acordo de paz com o Governo.

"Aproveitamos a ocasião para uma vez mais exortar os compatriotas da autoproclamada Junta Militar para se absterem de praticar atos de violência contra civis e indefesos, assim como destruição de bens públicos e privados", disse hoje Ossufo Momade.

O líder da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) falava hoje por ocasião da celebração do Acordo de Paz e Reconciliação Nacional, que assinou em 06 de agosto de 2019 entre o chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE