PUBLICIDADE
Covid-19

Pandemia gerou "níveis inéditos" de violação dos direitos das mulheres em África - comissão

07 | 08 | 2020   15.48H

A pandemia de covid-19 gerou "níveis inéditos" de violação dos direitos das mulheres em África e "casos preocupantes" de abusos das forças de segurança, disse hoje o presidente da Comissão Africana dos Direitos Humanos e dos Povos (ACHPR).

"O nível inédito de violação dos direitos das mulheres e raparigas gerou uma pandemia dentro da pandemia. Vimos um nível sem precedente de violência sexual e de género, violência doméstica, falta de acesso a serviços de saúde sexual e reprodutiva, incluindo cuidados pré e pós-natais", disse Solomon Ayele Dersso aos jornalistas.

O presidente da ACHPR falava em conferência de imprensa a partir de Adis Abeba no final da 66ª sessão ordinária da Comissão Africana para os Direitos Humanos e dos Povos (ACHPR, na sigla em inglês), durante a qual representantes de governos, instituições e organizações não-governamentais dos países membros fizeram um ponto de situação sobre direitos humanos em África.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE