PUBLICIDADE
Covid-19

Fabricantes de máscaras chineses lutam pela sobrevivência após breve período áureo

09 | 08 | 2020   09.19H

Regulamentos mais rígidos e preços em queda estão a causar uma luta pela sobrevivência entre os fabricantes de máscaras da China, à medida que a pandemia da covid-19 tornou o mercado mais competitivo.

"Desde abril, as encomendas caíram entre cinco e seis vezes", lamentou Yang Hao, diretor comercial da CCST, empresa da cidade de Shenzhen especializada em purificadores do ar, mas que se converteu num fabricante de máscaras de proteção respiratória no auge da epidemia.

Primeiro país afetado pelo novo coronavírus, a China rapidamente se consolidou como o principal fabricante de máscaras a nível mundial. Pequim não hesitou em utilizar essa capacidade no plano diplomático, com doações ao exterior divulgadas pelos órgãos oficiais de Pequim.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Vão de férias entretanto, que os anglo-sionistas já estão a preparar outra. Entretanto não se esqueçam de enviar o envelope vermelho às prostitutas da porno-medicina e ao indiano.
    Dono dos Burros | 09.08.2020 | 14.45Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A MAMÃ ACABOU TÊM QUE VOLTAR A ESTACA ZERO NISSO E MUITAS MAIS COISAS OS OUTROS PAÍSES JÁ ESTÃO ABRIR OS OLHOS SE OS GOVERNANTES DEIXAREM QUE HÁ MUITOS A COMER
    Povo | 09.08.2020 | 09.58Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE