PUBLICIDADE
Óbito/Waldemar Bastos

Artistas angolanos lamentam "perda irreparável"

10 | 08 | 2020   15.41H

A União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC) de Angola lamentou hoje a morte do cantor e compositor angolano, Waldemar Bastos, considerando que o país e a classe artística perderam um "grande ícone da música angolana".

O cantor angolano Waldemar Bastos morreu na madrugada desta segunda-feira, em Lisboa, vítima de doença, com 66 anos.

Em declarações hoje à Lusa, em Luanda, o presidente da UNAC, José "Zeca" Moreno manifestou-se "bastante constrangido e surpreendido" com a notícia da morte do autor das canções "Velha Xica", "Marimbondo" e "Pitanga Madura".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE