PUBLICIDADE
Óbito/Waldemar Bastos

Embaixada de Angola em Portugal lamenta morte de músico

10 | 08 | 2020   19.17H

O embaixador de Angola em Portugal, Carlos Alberto Fonseca, emitiu hoje uma mensagem de condolências à família de Waldemar Bastos, lamentando a morte do músico e intérprete angolano, que morreu esta madrugada, aos 66 anos.

"Tomámos conhecimento, com muita tristeza e sentimento de pesar, do passamento físico do senhor Waldemar Bastos, ilustre músico, compositor e intérprete angolano, ocorrido hoje em Lisboa", refere o embaixador de Angola em Portugal, numa nota a que a Lusa teve acesso.

Carlos Alberto Fonseca assinalou que "as artes e cultura angolanas estão de luto" pelo desaparecimento "de um dos seus mais notáveis representantes de projeção internacional", sublinhando que o legado de Waldemar Bastos "permanecerá com destaque no acervo musical nacional".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE