PUBLICIDADE
Actualidade

PR promulga Estatuto do Antigo Combatente, "o início de um caminho"

12 | 08 | 2020   17.22H

O Presidente da República promulgou hoje o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de "o início de um caminho" e não "o seu termo".

Em nota no sítio da Internet da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa "saúda a aprovação do Estatuto do Antigo Combatente, o qual vem reconhecer o esforço, o sacrifício e o luto que os combatentes e suas famílias colocaram ao serviço da pátria e relativamente ao qual se pronunciou no final da legislatura passada, a 03 de setembro de 2019, sublinhando a urgência na sua aprovação".

O chefe de Estado manifestou "fundadas esperanças de que, dentro das disponibilidades do país, se continuem a desenvolver diligências para melhorar os suplementos de pensão dos combatentes mais desfavorecidos, com o objetivo de concluir o processo do seu justo reconhecimento".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Repito-me. Tenho pessoa conhecida que vai à missa, frequenta a igreja e anda naqueles negócios paralelos da caridade e que me disse um dia que, este artista é católico. Ainda perguntei se era verdade, e ele lá me explicou porquê. Isto é como na Maçonaria, conhecem-se por alguns sinais. Seja pois então católico. Penso que o cinismo não é pecado capital, não é, mas devia ser. Esta conversa é de cínico. Quantos combatentes ainda há vivos? mais 20 anos e contam-se pelos dedos da mão os que estarão vivos. Nessa altura se calhar a cada um dos 5 sai a Taluda. Até lá é isto. Declarações cínicas. Vergonha! Para as subvenções aos políticos não houve dificuldade económica. Que raio de vírus é este que não mata esta sacanagem de uma vez por todas?
    Dono dos Burros | 12.08.2020 | 22.56Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • OS ANTIGOS RESIDENTES DAS EX.COLONIAS QUE BENEFÍCIOS VÃO TER MUITOS QUE FIZERAM DA VIDA MILITAR PROFISSÃO NÃO TÊM DIREITO SÓ QUEM NÃO FEZ É QUE DEVIA DE TER DIREITOS POR TEREM SIDO OBRIGADOS
    Povo | 12.08.2020 | 18.15Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE