PUBLICIDADE
Covid-19

Argentina vai produzir e México distribuir vacina de Oxford na América Latina, à exceção do Brasil

13 | 08 | 2020   03.44H

A Argentiva vai produzir e o México distribuir a vacina de Oxford contra a covid-19 na América Latina, à exceção do Brasil, anunciou na quarta-feira o Presidente argentino.

"Para a América Latina, exceto o Brasil, os responsáveis pela rede de produção serão a Argentina e o México. O México será o responsável por completar o processo de produção, por embalar a vacina e por toda a distribuição, que será de forma equitativa, de acordo com os pedidos dos governos latino-americanos", declarou Alberto Fernández, em conferência de imprensa.

O laboratório anglo-sueco AstraZeneca, responsável pela produção da vacina contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2) desenvolvida pela Universidade britânica de Oxford, assinou um acordo com a Fundação Carlos Slim para produzir entre 150 e 250 milhões de doses, disponível durante o primeiro semestre de 2021, a um custo de entre tres e quatro dólares (entre 2,5 e 3,4 euros) por dose.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE