PUBLICIDADE
Covid-19

Crédito Agrícola concede mais de 19 mil moratórias de 2,1 mil ME até junho

13 | 08 | 2020   14.17H

O grupo Crédito Agrícola aprovou, até ao final do primeiro semestre, mais de 19 mil moratórias associadas à pandemia de covid-19, que correspondem a 2.128 milhões de euros divulgou hoje a instituição.

"No final de junho de 2020, o Crédito Agrícola tinha aprovado a introdução de moratórias num total de 19.380 contratos de crédito, no valor de 2.128 milhões de euros", pode ler-se no comunicado do grupo bancário enviado hoje às redações que dá conta dos resultados semestrais (lucro de 50,1 milhões de euros).

O grupo bancário liderado por Licínio Pina dá ainda conta que do total das moratórias, "1.926 milhões de euros correspondem a moratórias legais [públicas]", e o restante diz respeito "a outras moratórias concedidas ao abrigo de moratórias privadas APB [Associação Portuguesa de Bancos] ou Crédito Agrícola".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE