PUBLICIDADE
Actualidade

Violência no namoro preocupa em Cabo Verde e com "requinte de crueldade" -- socióloga

14 | 08 | 2020   09.48H

A socióloga cabo-verdiana Miriam Medina considera que a violência no namoro em Cabo Verde é um fenómeno "muito preocupante" e com "requinte de crueldade", propondo uma aposta na educação e em leis mais duras.

"A violência no namoro em Cabo Verde é muito preocupante, porque é uma violência com certo requinte de crueldade porque não estamos a falar de uma agressão com uma bofetada ou de um empurrão tão-somente. Estamos a falar de um namorado que agride sexualmente a namorada, que viola a namorada com uma garrafa, com uma chave de fendas", descreveu Miriam Medina, que esta semana lançou o livro "Se causa Dor não é Amor", onde várias jovens relatam, na primeira pessoa, histórias de violência sofrida na relação amorosa.

Para a autora, a violência é recorrente em vários casos, e por parte do namorado, a pessoa que deveria dar amor e proteção. "Acha que ele tem esse direito, usa da crueldade para conseguir o que ele quer", prosseguiu Miriam Medina.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE