PUBLICIDADE
Actualidade

Garzón acusa Estados Unidos de "instrumentalizarem" a extradição de Alex Saab

14 | 08 | 2020   11.57H

O ex-juiz espanhol Baltasar Garzón acusou os Estados Unidos de "instrumentalizarem", por razões políticas e eleitorais, a extradição do empresário colombiano Alex Saab, acusado de ser testa-de-ferro do Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, e detido em Cabo Verde.

"Os Estados Unidos estão a instrumentalizar a jurisdição cabo-verdiana para alcançar um objetivo político na sua guerra particular, na sua guerra económica e guerra jurídica, contra a Venezuela e todos os seus altos responsáveis", afirmou Garzón, membro da equipa de advogados de Saab, em declarações à rádio estatal cabo-verdiana RCV na quinta-feira.

Cabo Verde "não pode permitir esta vocação expansiva para atingir fins políticos através de mecanismos de persecução jurídica", sublinhou o antigo magistrado, considerando que "os factos que imputam [ao empresário] são claramente inconsistentes".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE