PUBLICIDADE
Moçambique/Ataques

Deputado sul-africano atribui reconstrução social ao Governo, UA e ONU

14 | 08 | 2020   15.26H

A Aliança Democrática, maior partido na oposição na África do Sul, defendeu hoje que a iniciativa de reconstrução social de Cabo Delgado deve ser responsabilidade do Governo de Moçambique, da União Africana (UA) e da Organização das Nações Unidas.

"No entanto, podemos prestar ajuda humanitária, que já prestamos a Moçambique anualmente, nomeadamente quando uma catástrofe natural o exige", adiantou à Lusa Kobus Marais.

"Não foi tomada uma decisão para intervir, pelo que existem algumas razões, entre as quais, sendo Moçambique um país soberano, a África do Sul dificilmente intervirá unilateralmente de forma militar ofensiva", explicou o deputado, que é 'ministro sombra' da Defesa do Aliança Democrática (DA, na sigla em inglês).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE