PUBLICIDADE
Óbito/Francisco Espadinha

"Um dos mais prestigiados editores portugueses" - APEL

03 | 09 | 2020   17.53H

A Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) lamentou hoje a morte de Francisco Espadinha, que definiu como "um dos mais prestigiados editores portugueses".

Francisco Espadinha, fundador da Editorial Presença, em 1960, que dirigiu a APEL, morreu na quarta-feira, aos 86 anos.

A APEL recorda que Espadinha "se afirmava 'essencialmente um leitor'", e ficará ligado à carreira de muitos "dos mais importantes escritores portugueses do século XX", como Irene Lisboa, António Alçada Baptista, David Mourão-Ferreira, Vergílio Ferreira e Vitorino Magalhães Godinho, entre outros.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE