PUBLICIDADE
Covid-19

Regiões menos turísticas registam melhor verão de sempre -- Turismo de Portugal

12 | 09 | 2020   09.20H

Alguns negócios em regiões portuguesas menos turísticas, como Alentejo, Centro e Norte, tiveram, este ano, o "melhor verão de sempre", o único fator positivo "dentro do cenário negativo" causado pela pandemia de covid-19, segundo o Turismo de Portugal.

"O que sabemos, do ponto de vista do verão, é que as regiões menos turísticas são aquelas que têm sido mais procuradas, principalmente pelo turismo interno, portanto tem havido uma boa resposta do turismo nacional", indica o presidente da entidade nacional responsável pela promoção turística, Luís Araújo, em entrevista à agência Lusa.

Precisando que em causa estão, principalmente, Alentejo, Norte e Centro, o responsável assinala que "algumas destas regiões estão a ter muito bons resultados".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

6 comentários

  • DONO DOS BURROS. Mais uma vez, sou obrigado a felicita-lo pelos seus comentários. Também vejo a hora em que alguns são feitos. Já não deve ser criança e será, É, pessoa com muito conhecimento e sem papas na língua. Por vezes, até penso que será um bom JORNALISTA. --------------Obrigado pelo que diz abaixo, muito certinho, é o que posso dizer. Bom domingo.
    bruxo | 13.09.2020 | 10.38Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Cada um engana-se com o que quer. Costuma-se dizer nestas ocasiões que, foi tomada a árvore pela floresta ou que se confundiu a nuvem com Juno. Crer que um pico é duradoiro. Em vez de querem trabalho duradoiro, querem trabalho sazonal, mas que permite não sujar muito as mãos. A minha posição sobre o silêncio e o descanso, é a mesma sobre o 'vírus'. Quero lá saber do silêncio e dos infectados, quer é saber se há trabalho e se posso ganhar dinheiro, ou quantos mortos é que já houve. Estar de boa saúde, com as análises impecáveis e não ter que comer, não me serve de nada. Quero fábricas, tenham elas chaminés que expelem fumo ou não, quero exploração mineira se for viável, quero agricultura como a que se faz no Ribatejo, mecanizada e sem quase mão-de-obra, ou como nas boas, quase todas, as explorações de vinha. Não quero esta palhaçada da floresta. Isso são searas de eucaliptos e pinheiros. As celuloses que vão para os países nórdicos, que depois nós comprarmos o papel. O Interior é o deserto do Lino, em que uns gordos sebosos, são presidentes de/da câmara, que quando os dinheiro não chegam, choram baba e ranho ao Terreiro do Paço, agora com a regionalização ainda vai ser pior, mas além de rotundas e parques gradeados como os socialistas gostam de fazer, nada oferece. Silêncio? Tampões auriculares ou um bom par de fones com supressão do ruído. Agora dinheiro na carteira, sim, não é preciso que seja muito, é preciso que chegue perfeitamente.
    Dono dos Burros | 12.09.2020 | 19.41Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • No interior é um sossego ouve-se os passarinhos e respira-se ar puro. Recomendo passarem uns dias e depois contem-me se não foi uma experiencia enriquecedora.
    Manuela | 12.09.2020 | 19.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Onde está o Algarve ? Os preços não acompanharam o ano da pandemia . Para quando baixam? Depois queixam-se que as pessoas vão para o Alentejo , Centro e Norte Interior desfrutar com os preços mais acessíveis.
    Nélia | 12.09.2020 | 18.55Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Este ano escolhi o alentejo para passar as férias e foi muito positivo esta estadia. Estive em Odemira no maior concelho do país.Fui á barragem , passeiei pela vila, gostei da comida e do bem receber. Obrigado.
    Tiago | 12.09.2020 | 18.52Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Parabéns ao portugueses por escolherem o interior do nosso país.
    Miguel | 12.09.2020 | 18.48Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE