PUBLICIDADE
Actualidade

Investigação com astrofísica portuguesa revela que nuvens de Vénus têm gás "bacteriano"

14 | 09 | 2020   20.00H

Uma equipa internacional de astrofísicos, incluindo a portuguesa Clara Sousa-Silva, descobriu que as nuvens de Vénus têm fosfina, um gás que na Terra é produzido naturalmente por bactérias, que são organismos vivos, foi hoje anunciado.

Para Clara Sousa-Silva, que trabalha no Departamento de Ciências da Terra, Atmosféricas e Planetárias do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), nos Estados Unidos, "descobrir fosfina em Vénus constitui um verdadeiro bónus".

"A descoberta levanta muitas questões, tais como é que os organismos poderão sobreviver na atmosfera do planeta vizinho. Na Terra, alguns micróbios conseguem suportar até cerca de 5% de ácido no seu meio, mas as nuvens em Vénus são praticamente só constituídas por ácido", assinala a investigadora, citada em comunicado pelo Observatório Europeu do Sul (OES).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE