PUBLICIDADE
Actualidade

Situação no Mediterrâneo oriental requer "compromisso urgente" da Turquia - UE

15 | 09 | 2020   11.14H

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, defendeu hoje que a situação no Mediterrâneo oriental, marcada por tensões entre Chipre, Grécia e Turquia, requer um "compromisso urgente" dadas as recentes "ações inaceitáveis" de Ancara.

"Passei os últimos meses - incluindo no verão - a tentar facilitar os esforços de desanuviamento [das tensões], mas o mínimo que posso dizer é que são necessários mais esforços. Esta é a forma mais ligeira de dizer que a situação não tem vindo a melhorar", declarou Josep Borrell, falando num debate no Parlamento Europeu, em Bruxelas.

Numa discussão com os eurodeputados de preparação da cimeira europeia extraordinária da próxima semana centrada no papel da Turquia no Mediterrâneo Oriental, dadas as tensões, o Alto Representante da UE para a Política Externa salientou que "a situação no Mediterrâneo Oriental requer um compromisso urgente e coletivo" por parte de Ancara.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE