PUBLICIDADE
Actualidade

Open House reinventa-se contra a pandemia e oferece passeios sonoros no exterior

16 | 09 | 2020   14.38H

A edição deste ano do Open House Lisboa foi forçada a reinventar-se, devido à pandemia, e vai oferecer oito percursos sonoros criados por outros tantos autores de várias áreas, a 26 e 27 de setembro, foi hoje anunciado.

Durante uma apresentação por vídeo-conferência, a organização do evento, que realiza este ano a sua 9.ª edição, dedicada à arquitetura e espaços públicos da capital, foi sublinhada a opção de dar seguimento ao projeto, contornando a impossibilidade de visitar edifícios para evitar o contágio pelo vírus covid-19.

Nesta edição, o público do Open House Lisboa vai poder redescobrir "a arte de dar um passeio" através da Lisboa imaginada, vivida e narrada por oito convidados: Leonor Teles (cineasta), Paula Moura Pinheiro (jornalista e apresentadora), Lígia Soares (coreógrafa e dramaturga), Gonçalo Byrne (arquiteto), Rui Tavares (historiador), Gonçalo M. Tavares (escritor), Tomás Wallenstein (músico) e Inês Meneses (comunicadora).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE