PUBLICIDADE
Actualidade

Dois dos 28 migrantes que desembarcaram no Algarve com covid-19

16 | 09 | 2020   20.15H

Dois dos 28 migrantes indocumentados que desembarcaram na terça-feira na ilha Deserta, em Faro, acusaram positivo à covid-19, pelo que o grupo vai ser ouvido em tribunal por videoconferência, disse hoje fonte do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

"A primeira intervenção que houve foi a da realização dos testes covid-19 e avaliação médica dos mesmos, dois deram positivo, o que implica necessariamente que sejam cumpridas nesta matéria as indicações e determinações da autoridade de saúde e, portanto, eles já estão neste momento separados, dando cumprimento às determinações da autoridade de saúde", afirmou a diretora do SEF.

A diretora nacional do SEF, Cristina Gatões, fez hoje um ponto da situação dos 28 migrantes e adiantou que vão permanecer na Base de Apoio Logístico (BAL) da Proteção Civil, em Quarteira, no concelho de Loulé, até serem ouvidos em tribunal e serem aplicadas as medidas cautelares.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Com gajas a mandar não vamos a lado nenhum.
    Dono dos Burros | 16.09.2020 | 23.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • VERGONHA JÁ HÁ POUCO LIXO NESTE PAÍS FISCALIZAÇÃO ZERO AUTO ESTRADA MARÍTIMA SEM PORTAGEM MUNDO SELVAGEM UNS TÊM QUE CUMPRIR OUTROS TÊM TODO O DIREITO DO MUNDO
    Povo | 16.09.2020 | 20.34Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE