PUBLICIDADE
Actualidade

Arguidos do caso Giovani falam numa rixa desencadeada por um amigo da vítima

16 | 09 | 2020   20.49H

A defesa dos arguidos do caso Giovani, em Bragança, está a contestar a acusação de homicídio com o argumento de que se tratou de uma rixa desencadeada por um dos amigos que se encontravam com a vítima.

As versões dos oito arguidos do caso, sete dos quais acusados de homicídio qualificado, começaram a ser apresentadas hoje no Tribunal de Bragança, na segunda sessão da fase de instrução requerida por cinco dos acusados que tentam convencer a juíza de que não há indícios para serem levados a julgamento.

A argumentação dos advogados, que já falaram, tem em comum a tónica de que se trata de "um caso de rixa" e não de homicídio como consta da acusação e que os factos ocorreram em duas situações distintas em que é apontado como alegado instigador um dos amigos de Giovani, que poderá vir a ser também julgado neste processo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Não defendendo a morte do preto, acho que isto já devia estar arquivado. Antes dos pretos virem estudar para Portugal devias ter aulas de educação. Chegam aqui pensado que estão no musseque, não estão. Armam-se aos cágados e depois as coisa descambam. Um pouco como a história do alentejano bêbado em Ponte de Sôr que marrou com os iraquianos filhos do embaixador. Há mais mundo do que a 'minha rebêra' . E há lugares onde, se tens que dar, convém que sejas o primeiro a dar.
    Dono dos Burros | 16.09.2020 | 23.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE