PUBLICIDADE
Covid-19

Pandemia estimulou novas soluções nas Cidades Criativas nacionais

16 | 09 | 2020   20.51H

A pandemia de covid-19 potenciou a criatividade nas comunidades portuguesas integradas na Rede de Cidades Criativas da UNESCO, concluíram hoje, em Leiria, os representantes da rede nacional.

Leiria, uma das últimas cidades aceites na rede da UNESCO, a par de Caldas da Rainha, recebeu os representantes das Cidades Criativas nacionais (além de Caldas, também Amarante, Barcelos, Braga, Idanha-a-Nova e Óbidos), para uma reunião de consolidação e definição de atividades a desenvolver.

No encontro fez-se o balanço do impacto da pandemia de covid-19 na criatividade destes territórios:

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Realmente a criatividade é grande em Leiria. Que o diga a família do português que por lá morreu esperando 6 horas na urgência sem ser atendido. Se fossem para o ...! Idanha? A que propósito? Caldas, concordo, só que vivem da criatividade fálica do passado, Braga, sem dúvida a terra dos 3 P's, Barcelos, quem não conhece o galo.
    Dono dos Burros | 16.09.2020 | 22.55Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE