PUBLICIDADE
Actualidade

Detetado primeiro planeta intacto próximo de uma estrela em fim de vida

16 | 09 | 2020   21.23H

Uma equipa internacional de astrónomos detetou o que pode ser o primeiro planeta intacto próximo de uma anã branca, estrela em fim de vida que normalmente destrói planetas na sua vizinhança, anunciou hoje a NASA.

Em comunicado, a agência espacial norte-americana, que opera o telescópio TESS, um 'caçador' de planetas fora do Sistema Solar, refere que o planeta em causa, o WD 1856b, possivelmente 14 vezes maior do que Júpiter, está a 80 anos-luz da Terra, na constelação Dragão.

O planeta extrassolar (exoplaneta) completa uma órbita à estrela WD 1856+534 ao fim de um dia e 14 horas, a uma velocidade 60 vezes superior à da órbita de Mercúrio em relação ao Sol. A anã branca é muito velha, terá 10 mil milhões de anos (o Universo terá 13,8 mil milhões de anos).

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Dada a distância o planeta já não existe!
    Jesus cristo laico | 17.09.2020 | 00.33Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE