PUBLICIDADE
Actualidade

Empresa agrícola luso-timorense investe em pitaia e sândalo a leste de Díli

17 | 09 | 2020   07.42H

A empresa luso-timorense Agropro está a desenvolver um projeto de produção de pitaia e sândalo, num investimento que hoje recebeu um certificado de benefícios do Governo timorense.

Fundado por Antonio Miguel Viegas, o projeto começou há cerca de dois anos, com uma proposta inicial de investimento de 1,7 milhões de dólares (1,4 milhões de euros), e espera quintuplicar até 2023 os atuais dois hectares já plantados.

Com oito toneladas de produção este ano de pitaia, também conhecida como fruta-dragão, a Agropro está a implantar mais 2,5 hectares, o que vai elevar, ainda este ano, a zona total plantada para 4,5 hectares.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE