PUBLICIDADE
Venezuela

UE só será observadora das eleições se condições mudarem - Borrell

17 | 09 | 2020   20.32H

O alto representante da União Europeia para a Política Externa, Josep Borrell, afirmou hoje que a UE só poderá enviar observadores às eleições legislativas da Venezuela, em dezembro, se o país fizer "mudanças importantes" nas condições e prazos.

"Só mudanças importantes nas condições e no calendário poderão permitir o envio de uma missão de observação eleitoral da União Europeia (UE)", disse Josep Borrell, numa mensagem divulgada através da rede social Twitter.

A declaração do chefe da diplomacia comunitária foi feita no final de uma reunião do Grupo de Contacto Internacional, promovido pela UE para tentar criar na Venezuela condições para a realização de eleições livres e justas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Coisa que não seja do agrado da QUADRILHA da U. E. , não é livre nem democrático !
    anónimo | 18.09.2020 | 06.12Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A UE precisa é de ser desmantelada. Quem é a UE para dar lições ou exigir seja o que for? A UE da França, que mata manifestantes?
    Dono dos Burros | 17.09.2020 | 21.48Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE