PUBLICIDADE
Bielorrússia

Presidente fecha fronteiras e coloca exército em alerta

17 | 09 | 2020   20.35H

O Presidente da Bielorrússia, alvo de seis semanas de protestos em massa exigindo a sua renúncia, anunciou hoje que vai colocar as tropas em alerta máximo e fechar as fronteiras do país com a Polónia e Lituânia.

A decisão de Alexander Lukashenko reforça a repetida mensagem de que a vaga de protestos é impulsionada pelo ocidente, já que enfrenta duras críticas da União Europeia e dos Estados Unidos.

"Somos forçados a retirar as tropas da rua, colocar o exército em alerta máximo e fechar as fronteiras no oeste, principalmente com a Lituânia e Polónia", afirmou Lukashenko, num fórum oficial de mulheres celebrado em Minsk.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Munição na câmara e patilha de segurança em tiro-a-tiro. O primeiro que se negue a ir picar o urso é larilas. Vamos lá pessoal quem é o primeiro? Então?
    Dono dos Burros | 17.09.2020 | 21.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE