PUBLICIDADE
Actualidade

Diretor do Teatro D. Maria II considera "ridículo" o apoio à cultura em Portugal

18 | 09 | 2020   09.19H

(REPETIÇÃO) Guimarães, Braga, 18 set 2020 (Lusa) - O diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II, Tiago Rodrigues, considerou hoje que o financiamento à cultura em Portugal é "da ordem do ridículo" e defendeu que é altura de o Governo "finalmente apoiar qualquer coisa" no setor.

Em Guimarães, à margem de um ensaio da peça "Catarina e a beleza de matar fascistas", Tiago Rodrigues sublinhou que, mais do que um apoio, em causa está "um serviço público consagrado na Constituição e no qual não há investimento público".

"Não precisávamos da pandemia para ser óbvio que em Portugal é preciso apoiar mais a cultura. Ou melhor, que é preciso finalmente apoiar qualquer coisa, na cultura. A pandemia veio apenas levantar o véu, revelar alguns problemas ", referiu.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE