PUBLICIDADE
Venezuela

Juízes cabo-verdianos contra pressão no processo de extradição de Alex Saab

18 | 09 | 2020   19.34H

O presidente do Conselho Superior de Magistratura Judicial (CSMJ) cabo-verdiano rejeitou hoje pressão sobre os juízes que vão decidir o pedido de extradição de Alex Saab, alegado testa-de-ferro de Nicolás Maduro, pedindo uma decisão com "fundamentos sólidos".

Falando aos jornalistas na Assembleia Nacional, na Praia, após entrega ao presidente do parlamento do relatório sobre a Situação da Justiça no ano judicial 2019/2020, o juiz Bernardino Delgado afirmou os "casos mediáticos", como este, opondo Estados Unidos e Venezuela, "suscitam normalmente" uma "tentação para haver pressão".

"Mas eu estou em crer que juízes cabo-verdianos, os juízes que vão decidir este caso, são incólumes, estão imunes, a toda essa pressão que está a vir", afirmou o presidente do CSMJ, órgão que tutela os 55 juízes colocados nos tribunais de Cabo Verde.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE