PUBLICIDADE
Covid-19

Português conta em livro como a pandemia chegou quando estava em alto mar

20 | 09 | 2020   08.58H

O mundo estava diferente quando o navio de cruzeiro "Magnifica" deixou Itália, em janeiro, com 26 portugueses a bordo entusiasmados por irem percorrer o périplo de Fernão de Magalhães, objetivo interrompido pela covid-19 que levou o medo a bordo.

O sinólogo e escritor António Graça de Abreu era um dos portugueses a bordo, entre os 2.200 passageiros que embarcaram para uma viagem de quase quatro meses, mas que a chegada da pandemia encurtou, proporcionando uma outra aventura registada no livro "Odisseia Magnífica - Uma Volta ao Mundo, com Magalhães e Covid-19" (Guerra e Paz), que chega às livrarias na terça-feira.

O autor, António Graça de Abreu, disse à agência Lusa que esta foi, sem dúvida, a mais estranha das muitas viagens que já fez e que, apesar de ter tido um final feliz, sentiu muito medo a bordo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • UM DOS QUE QUER GANHAR DINHEIRO FÁCIL DEVE SER UMA HISTÓRIA LINDA CHEIA DE ÁGUA
    Povinho | 20.09.2020 | 10.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE