PUBLICIDADE
Actualidade

Metropolitana "demonstra maturidade" com escolha de diretor artístico que formou

21 | 09 | 2020   09.47H

Celebrar 30 anos com um diretor artístico que fez a formação na própria Orquestra Metropolitana de Lisboa (OML) "demonstra maturidade" e faz "todo o sentido", disse hoje o diretor executivo da Associação Música, Educação e Cultura (AMEC).

Em entrevista à agência Lusa, Miguel Honrado elogiou o "trabalho notável" do maestro Pedro Amaral, que deixa a direção artística da OML no final deste ano, e do seu próprio antecessor na liderança executiva da AMEC - Metropolitana, António Mega Ferreira, mas lembrou que "a vida das organizações é constituída por ciclos" e, nesse sentido, "não há melhor maneira" de celebrar os 30 anos, em 2022, do que "com uma direção artística renovada".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE