PUBLICIDADE
Actualidade

Músico Sandro Rodrigues reúne prémio de universidade de Maastricht a elogio da crítica

22 | 09 | 2020   09.28H

O músico Sandro Rodrigues, distinguido com o prémio Henriette Hustinx 2020, do Conservatório de Maastricht, quer explorar o mercado musical depois de 15 anos de estudo de guitarra clássica, incorporados em "Fantasia", primeiro álbum a solo, destacado pela crítica.

Um dia depois de se ter tornado o primeiro português a receber uma bolsa de mérito da Fundação Edmond Hustinx, o artista de 24 anos explicou à Lusa que o prémio é atribuído a estudantes dos diferentes departamentos da Universidade Zuyd de Maastricht, nos Países Baixos, onde terminou o mestrado com nota máxima e menção honrosa.

"São destacados três alunos de cada faculdade, este ano escolheram guitarra para representar o Conservatório. Fizemos uma competição interna e apuraram-se três finalistas. É um prémio em dinheiro, com história, que existe desde 1962 e muita gente que o ganhou tornou-se professor no Conservatório e bons artistas. Sou o primeiro português e primeiro guitarrista a ganhar", explicou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE