PUBLICIDADE
Mali

Chefe da junta militar no poder exorta CEDEAO a levantar sanções

22 | 09 | 2020   13.31H

O chefe da junta militar no poder no Mali exortou hoje a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) a levantar as sanções impostas ao seu país, após a nomeação de um presidente de transição, que apresentou como civil.

"Aceitámos os princípios da CEDEAO (nomeadamente a nomeação de um presidente civil, e depois a nomeação de um primeiro-ministro", afirmou o coronel Assimi Goita.

"Penso que nos próximos dias a CEDEAO deve eliminar as sanções em nome da felicidade do povo do Mali", afirmou o líder da junta militar que tomou o poder no Mali a 18 de agosto, em declarações à comunicação social, segundo a agência France-Presse (AFP), à margem das cerimónias que assinalam o 60.º aniversário da independência do país, .

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE