PUBLICIDADE
Actualidade

Equador ordena detenção de ex-Presidente Rafael Correa exilado na Bélgica

24 | 09 | 2020   05.03H

A Justiça do Equador ordenou na quarta-feira a detenção do ex-Presidente Rafael Correa, que vive na Bélgica, após a sua condenação a oito anos de prisão por corrupção, anunciou hoje o tribunal que confirmou a sentença.

A decisão inclui a probição vitalícia de exercer cargos públicos, pondo fim às esperanças do antigo chefe de Estado de se candidatar à vice-presidência do país nas eleições de fevereiro de 2021.

O tribunal ordenou igualmente ao Ministério das Finanças que suspenda o pagamento de 4.200 dólares mensais (3.600 euros) atribuídos a Rafael Correa enquanto ex-Presidente e informou o Conselho Nacional de Eleições (CNE) da privação de direitos políticos do antigo chefe de Estado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE