PUBLICIDADE
Covid-19

Israel com confinamento mais rigoroso face ao aumento de casos

24 | 09 | 2020   11.42H

O Governo israelita decidiu hoje tornar mais rigoroso o confinamento em vigor há perto de uma semana no país devido ao aumento contínuo do número de pessoas infetadas com o novo coronavírus.

A partir das 14:00 locais (12:00 em Lisboa) de sexta-feira, as sinagogas serão encerradas, exceto para as celebrações do Yom Kipur (Dia do Perdão, celebrado no domingo à noite e na segunda-feira), apenas os setores considerados "essenciais" poderão continuar a laborar e as manifestações e orações no exterior estão limitadas a 20 pessoas, que deverão estar a menos de um quilómetro do seu domicílio.

Estas medidas, que devem durar pelo menos duas semanas, terão de ser validadas pelo parlamento ainda hoje e as autoridades devem igualmente pronunciar-se sobre o encerramento do aeroporto internacional Ben Gurion de Telavive.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE