PUBLICIDADE
Bielorrússia

Lukashenko nega que posse tenha sido secreta apesar de protestos

24 | 09 | 2020   12.21H

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, negou hoje ter realizado uma tomada de posse secreta, alegando que o anúncio não é obrigatório, apesar de a situação ter provocado protestos nas ruas e confrontos com a polícia.

"Pelas leis bielorrussas não temos de notificar os países ocidentais ou qualquer outra pessoa", disse hoje Alexander Lukashenko, citado pela agência estatal Belta, acrescentando que cerca de 2.000 pessoas foram convidadas para a cerimónia, incluindo militares, funcionários do Estado e outras autoridades.

Lukashenko criticou a decisão de vários países de não reconhecer a sua legitimidade enquanto Presidente, após uma eleição considerada fraudulenta e a repressão de um vasto movimento de protesto.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE