PUBLICIDADE
Covid-19

Prolongada proibição de festivais e espetáculos análogos até 31 de dezembro

24 | 09 | 2020   18.58H

(CORREÇÃO) Lisboa, 24 set 2020 (Lusa) - A realização de festivais e espetáculos de natureza análoga em recinto coberto ou ao ar livre continuará proibida até ao final do ano, segundo decisão de hoje do Conselho de Ministros.

A proibição de festivais e espetáculos de natureza análoga tinha sido definida por lei em março passado e vigorava até 30 de setembro, mas o prazo foi prolongado até ao final do ano, como explicou pelo ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, em conferência de imprensa no final do Conselho de Ministros.

A Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC), na página oficial, especifica que fica proibida "a realização de festivais até 31 de dezembro de 2020".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Todos os lesados já deviam ter entrado com acções cíveis contra os elementos do governo, que assinam estas ordens criminosas. Mas como é gente acostumada a mamar na teta do subsídio, estão à espera que eles poisem. Por isso eu digo que, não há Direita em Portugal.
    Dono dos Burros | 24.09.2020 | 21.21Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE