PUBLICIDADE
Actualidade

Costa saúda fim do impasse político na Guiné-Bissau e condena ataques em Moçambique

25 | 09 | 2020   20.32H

O primeiro-ministro português saudou hoje, perante a Assembleia Geral da ONU, o fim do impasse pós-eleitoral na Guiné-Bissau e condenou a vaga de "ataques terroristas" em Moçambique, num discurso em que apelou a um "cessar-fogo" global.

No seu segundo discurso como primeiro-ministro de Portugal, no âmbito de debates gerais da Assembleia Geral das Nações Unidas, António Costa falou na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) como uma organização que contribuiu para "uma ordem internacional fundada em regras e na vontade de cooperação".

"Saúdo, neste quadro, a superação do impasse pós-eleitoral na Guiné-Bissau, esperando que inaugure um novo ciclo de estabilidade e de prosperidade para o país. E exprimo uma profunda solidariedade com Moçambique, vítima de ataques terroristas e de tentativas de desestabilização das suas regiões a Norte", declarou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Pago a este gajo, para andar preocupado com a vida dos outros? RUA! Vamos a eleições, correr com esta corja, que está a destruir o pouco que temos. CHEGA!!!!
    Dono dos Burros | 25.09.2020 | 21.15Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE