PUBLICIDADE
Actualidade

Financiamento do Fundo de Resolução tem de ser analisado com cuidado e rigor -- BCP

28 | 09 | 2020   17.55H

O presidente da Comissão Executiva do BCP, Miguel Maya, disse hoje que o tema do financiamento do Fundo de Resolução deve ser analisado com o "máximo cuidado e rigor", afirmando não ter nenhuma decisão tomada sobre esta matéria.

Miguel Maya transmitiu esta posição à margem da V Cimeira do Turismo Português, que está hoje a decorrer em Lisboa, depois de ter sido questionado sobre a possibilidade de virem a ser encontradas fontes de financiamento alternativas ao Fundo de resolução sem ser através de empréstimos públicos.

"Esse é uma tema que deve ser analisado com máximo cuidado e rigor", referiu, sublinhando que o BCP não tem "nenhuma decisão sobre essa matéria", mas reiterando que o modelo de contribuições para o Fundo de Resolução em vigor, "não é sustentável" e "cria desvantagens competitivas" para os bancos que criam emprego e prosperidade em Portugal". Assim, defende que este "tem de ser alterado".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE